g2h

level

sábado, 24 de outubro de 2009

rodrigo scarpa reporter vesgo

Rodrigo Scarpa de Castro (Itanhandu, 2 de outubro de 1980) é um comediante e radialista brasileiro, mais conhecido por seu personagem Repórter Vesgo do programa Pânico na TV.
Formado em Rádio e TV pela Universidade Metodista de São Paulo, começou sua carreira artística atuando em filmes "Trash" como "O chapéu do diabo" e "Os irmãos gêmeos". Posteriormente, seguiu carreira de locutor em rádios de sua cidade, sendo apresentador do programa Manicômio, em que atendia ouvintes locais. Criou, junto com amigos, um sítio de Internet chamado "Botecão de Itanhandu", no qual satirizava em textos fatos e "personalidades" itanhanduenses. Criava músicas de paródia com amigos e dublagens caseiras de filmes.
Vesgo e Silvio


Em 1994, Rodrigo Scarpa começou a ligar para a Radio Jovem Pan como ouvinte. Aproveitava o espaço no Programa Pânico de Rádio para fazer humor. Rodrigo era um ouvinte diferenciado, já que aproveitava seu espaço como ouvinte para contar Piadas e mostrar suas produções caseiras de áudio e edições de trilhas e vinhetas com seu nome. O então ouvinte passou a ligar todos os dias para o programa, tornando-se uma figura conhecida dos apresentadores Emílio Surita, Bola, Marcelo Batista e Maestro Billy. Rodrigo chamou a atenção de Emílio Surita, que o conheceu pela primeira vez em 1995, numa visita a São Paulo na Radio Jovem Pan, quando ainda tinha 14 anos de idade. Na ocasião Bola o conhecera pessoalmente e o apelidou de Vesgo. Rodrigo manteve contato com o apresentador Emílio Surita ate 1998 quando ainda era ouvinte do Programa. Em 1999, Rodrigo mudou-se para São Paulo, onde fez o curso de Rádio e TV na Universidade Metodista de São Paulo. Por ironia do destino começou sua carreira como estagiário de promoção na Rádio Jovem Pan. Com um salario de 150 reais, colava adesivos nas ruas e participava de apresentações promocionais da emissora. Em 2000 passou a trabalhar como estagiário de produção, trabalhando juntamente com Márvio Lúcio -- futuro Carioca em criações e roteiros de humor para a emissora. Trabalhou também com Luciano Huck e Adriane Galisteu no programa Torpedo da Pan --. Ao lado de Jairo Bouer -- do Zíper da Pan --, escrevia roteiros e era repórter de rua. Foi produtor do Planeta DJ e do Pânico no Rádio.
Vesgo

Entre outras produções de humor, destacou-se a música Show do Milhão, mixagem de frases feitas do apresentador Sílvio Santos no programa televisivo homônimo, em ritmo eletrônico, no qual Rodrigo Scarpa interagia com Sílvio Santos. Executada inicialmente no Rio de Janeiro, acabou por ser a canção mais pedida do Brasil pela Jovem Pan.[carece de fontes?] Tornando-se cada vez mais conhecido na emissora, Scarpa foi promovido a produtor e roteirista da Pan e convidado por Surita a criar o roteiro do programa radiofônico Filé Mion, por meio do qual veio a conhecer o então VJ da MTV Marcos Mion.

Em 2002, Quando Marcos Mion saiu da MTV para começar um programa novo na Rede Bandeirantes -- Descontrole --, convidou Rodrigo Scarpa para ser seu produtor e roteirista. Scarpa finalmente deixou a Jovem Pan e tornar-se-ia ajudante-de-palco do programa de Mion, fantasiado como a personagem Corvo. Com trejeitos peculiares, a personagem de Scarpa ganhou espaço no programa até conseguir estrear um quadro próprio, o Corvo Repórter, primeira experiencia de Rodrigo Scarpa como repórter em uma TV aberta. Assim atuou durante um ano e meio, período durante o qual chegou a sofrer um tipo de dermatite provocada pela fantasia. Participou também do projeto de Carnaval Band Folia, no qual era repórter. Com o termino do programa em 2003, Rodrigo chegou a trabalhar com Sabrina Parlatori no programa BAND INVERNO, no qual era produtor. O Personagem Corvo também ganhou sobrevida no extinto programa de Otávio Mesquita e Claquete.

Rodrigo Scarpa (à esquerda) junto com Wellington Muniz

Ao sair da Bandeirantes, Scarpa retomou seu contato com Surita, que eventualmente concedeu-lhe espaço no então recém-lançado Pânico na TV, da RedeTV!, em que viria a ser mais conhecido como o Repórter Vesgo. Rodrigo estreou junto com Panico na Tv, em 28 de setembro de 2003. Rodrigo inicialmente foi contratado como produtor da RedeTV!, onde editava quadros como a HORA da MORTE. Paralelo as criações de ideias, roteiros e produções, Rodrigo aparecia frente as câmeras como o personagem Repórter Estagiário. O papel era inicialmente o dum repórter serio no qual entrevistava famílias telespectadoras do programa ao vivo. Scarpa surpreendeu em sua primeira entrada ao vivo na estréia do programa, ao lamber o Rosto da entrevistada. Aos poucos Rodrigo foi surpreendendo a equipe e os telespectadores com suas maluquices, como tascar um beijo de língua na cantora Roberta Miranda e fazer perguntas desconcertantes para pseudo- celebridades . Com o tempo, começou a criar novos sketches, como exigir selinhos das atrizes que entrevistava. Surgia então, o REPÓRTER VESGO, um repórter maluco que fugia dos padrões normais do jornalismo, exigindo selinhos em famosas e fazendo perguntas desconcertantes a pseudo-celebridades. Entre outros selinhos com famosas, destaca-se o de Xuxa, Susana Vieira, Fernanda Lima e Alinne Morais. Vesgo, como também é chamado, é caracterizado por um terno social bege, pelo menos três números acima do seu modelo. Em 2004, o Repórter Vesgo, ainda sozinho, invadiu a TV Bandeirantes com a sósia de Marlene Matos, enganado os funcionários da emissora que acreditavam ser a original, que trabalhava na emissora na época. As perguntas desconcertantes e o jeito irreverente renderam Materias positivas na Revista Veja (VESGO FAZ RIR NO PANICO -2004) e criticas positivas no Jornal O GLOBO do critico de TV Artur Xexeo)

Logo se uniu à personagem Sílvio Santos, interpretada pelo humorista Wellington Muniz, mais conhecido como Ceará. Juntos, começaram a invadir festas para as quais não eram convidados, importunando celebridades, pseudo-celebridades e anônimos com perguntas e atitudes politicamente incorretas. O sucesso da dupla foi tão grande que logo se tornaram a principal atração do Pânico na TV, não raramente surgindo boatos de sua desvinculação de Surita para seguirem carreira própria.Convites de outras emissoras valorizaram o passe da Dupla, que em 2004, embalados pelo sucesso, fizeram campanhas publicitarias como VIVO e Cepacol. O estouro do programa rendeu prêmios como o Troféu APCA (associação Paulista dos Críticos de Arte) , vários prêmios de Revelação e o troféu imprensa de Sílvio Santos como melhor programa de humor de 2004, 2005, 2006 e 2007.

Nem os políticos são poupados das perguntas de Vesgo. Ele já entregou galochas à então prefeita de São Paulo, Marta Suplicy -- referindo-se à ineficácia das obras municipais contra enchentes --, beijou a careca de José Serra, já em seu mandato como prefeito, entregou o troféu " motosserra de ouro" (contra o desmatamento) ao governador do Mato Groso Blairo Maggi e perguntou a Paulo Maluf a senha de suas contas bancárias fantasmas na Suíça.

Vesgo e Sílvio também apresentaram o quadro Sandálias da Humildade,em 2004 no qual entregam como "prêmio" um par de sandália de amarras douradas a celebridades que tenham como hábito negar entrevistas, esnobando emissoras de pequeno porte. Clodovil hernandez se negou a calcar as famigeradas Sandálias. Jô Soares calcou uma sandália gigante. Cicareli calcou e revelou uma suposta polidactilia (seis dedos) . Luísa Tome calçou. Carolina Dieckman e Luana Piovani se negaram a calçar e levaram o episodio a Justiça, movendo processos contra o programa.

Em 2005 entrevistaram pela primeira vez o apresentador e empresario Sílvio Santos. Avesso a entrevistas, Sílvio concedeu uma entrevista de mais de 15 minutos em frente ao salão do Jássa, no qual assinou um termo em que Ceará poderia imitá-lo por mais 2 anos.

Em Julho de 2006 participaram da cobertura da Copa da Alemanha. Entraram em diversos jogos como na eliminação do Brasil x França. Torciam contra a Argentina sempre. As matérias renderam ótimos índices de audiência.

Paralelo ao Panico na TV, Rodrigo participou das dublagens dos filmes A terra encantada de Gaya, como a personagem Zeck, em janeiro de 2006, e Asterix e os vikings, como a personagem Asterix, em setembro de 2006.

Em maio de 2007, Rodrigo Scarpa também apresentou o quadro "RENOVA SÍLVIO", uma espécie de reality show e novela, no qual o objetivo principal era conseguir a renovação de contrato para que seu partner CEARÁ (Wellington Muniz) conseguisse a autorização do próprio Sílvio Santos para continuar a imitá-lo. Conseguiram então, um feito inédito na TV. Entrevistaram Sílvio Santos em Los Angeles por mais de 20 minutos. As imagens garantiram ao Pânico na TV, recorde de audiência no horário, com picos de 17 pontos no ibope e segundo lugar isolado no horário. O mesmo feito conseguiram como convidados do programa "qual é a música" do SBT, deixando a emissora de Sílvio Santos em primeiro lugar no IBOPE com 21(SBT) contra 12(globo). O feito animou o homem do baú, que renovou o contrato de Ceará, desde que arrumassem cinco donativos semanais para o Retiro dos Artistas. O primeiro a doar foi GUGU, quando foi surpreendido num link ao vivo na frente do SBT. Faustão doou um relógio no valor de 60 mil reais.

Em maio de 2007, entrevistou artistas internacionais em Los Angeles, hollywood, como Demi Moore, Kevin Costner, Bruce Willis, Ashton Kutcher e Marg Helgenberger (CSI). Participou também da final do American Idol no Kodak Theatre, local onde são realizadas as cerimônias do OSCAR, e entrevistaram Jordin Sparks e Blake Lewis. Uma das invenções de maior sucesso de Scarpa e Ceará foi a dança do Siri. A Dança do Siri protagonizada pelos personagens VESGO e Sílvio virou mania nacional e chegou a virar símbolo de manifesto contra a REDE GLOBO, onde populares do Brasil inteiro faziam a dancinha atrás de repórteres do Jornalismo global. Pelé, Sílvio Santos, Faustão e Gugu foram apenas alguns dos muitos artistas que aderiram à Dancinha. Em 2007 foram à Espanha cobrir o evento "LA TOMATINA", uma guerra tradicional de tomates da cidade de Bunol.

Em 2008 cobriu o evento chamado Cheese Roling na Inglaterra. Abaixo uma lista de matérias internacionais que Rodrigo Scarpa já cobriu. 2005 - Argentina - Foi entregar as Sandálias da Humildade para Maradona, que na época havia zombado do Brasil. 2005 - França - Foi cobrir o casamento de Ronaldo Fenômeno e Cicareli 2006 - Copa do Mundo Alemanha - 2006 - Alemanha - Copa do Mundo - Pela primeira vez cobriu um copa e entrou com uma câmera escondida no jogo em que o Brasil perdeu para franca por 1x0 e foi eliminado da Copa. Fizeram materias torcendo contra a Argentina. 2007- Espanha - La Tomatina - Cobriu na Espanha uma guerra de tomates na cidade de Bunol, próximo a Valência. 2008 - EUA - Los Angeles - OSCAR - fez a cobertura do maior evento do cinema mundial em Hollywood. 2008 - EUA - Los Angeles - Presente Misterioso - Ficou na cola da pop Star Britney Spears, e com uma peruca rosa tentou entregar para a cantora um presente misterioso. O presente revelado no final da saga era uma camisa de força em alusão as diversas loucuras cometidas pela cantora no ano anterior. A foto de Rodrigo Scarpa com a peruca rosa ao lado da cantora rodou o mundo e Rodrigo ficou conhecido nos EUA como "the guy with a pink wig", ou o Garoto da Peruca Rosa 2008 - Escócia - Entre outras matérias, entrevistou a mulher com mais piercings no mundo.

Com o surgimento de outros programas do gênero em 2008 como o CQC, da BAND, Rodrigo Scarpa foi apontado pela mídia como o precursor do "jornalismo-deboche" com celebridades, no qual zomba e faz perguntas desconcertantes.

Em setembro de 2008, retomou o quadro Presente Misterioso, e entevistou no México, Carlos Villagran, o interprete do KIKO do seriado Chaves. A entrevista foi uma das ultimas de Villagran, antes de se aposentar. O programa Pânico comemorou 5 anos com essa entrevista especial.

Em janeiro de 2009. Rodrigo Scarpa e Wellington Muniz, conseguiram dar uma pequena entrevista para o ator Tom Cruise, numa festa da estréia do filme Operação Valquíria e tentando fazer com que Tom adota-se um dos anões do Pânico com um filho adotivo, porém não obteve sucesso. No final de Fevereiro, Rodrigo e Marcos Chiesa foram ao Mardi Gras 2009, um carnaval de Nova Orleans, nos EUA, assim, aumentando sua fama nos Estados Unidos.
[editar] Curiosidades
Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas sob as políticas da Wikipédia.
Este artigo pode ser melhorado integrando-se itens relevantes e removendo-se os inapropriados.

* Em tom de brincadeira, os colegas do Pânico dizem que Scarpa já participou da TV Colosso dentro da fantasia da cachorra Priscila, o que não é verdade - embora certos fãs acreditem nisso - durante a exibição da TV Colosso. Na época Scarpa tinha 14 anos.
* Rodrigo já foi chamado para trabalhar na Globo, no programa Vídeo Show, em 2004, mas recusou, preferindo ficar no Pânico na TV. Outros convites foram feitos, como o do SBT e da Rede Record recentemente, que vem tentando desfalcar o elenco do Pânico na TV. Mas a multa de rescisão de contrato de Rodrigo é de 3 milhões e meio, que junto com ceará somam 7 milhões.
* Ficou conhecido nos EUA como "Dude in a Pink Wig" , traduzindo, "Cara numa peruca rosa". Por causa da Perseguição à Britney Spears com uma peruca cor de rosa, afim de lhe entregar um presente misterioso.[1]
* Rodrigo Scarpa é capa do livro Almanaque da TV, ao lado de Tarcisio Meira e Silvio Santos


fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Rodrigo_Scarpa
internet livre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Google+ Followers

Google+ Badge