g2h

level

terça-feira, 31 de março de 2009

BILL GATES

William Henry Gates, mais conhecido por Bill Gates, nasceu em Seattle, Washington, a 28 de Outubro de 1955. É oriundo de uma família com recursos financeiros. O seu pai, William Henry Gates, distinto advogado e a sua mãe, na altura professora da Universidade de Washington e directora do First Interstate Bank, proporcionaram-lhe uma educação em alguns dos melhores estabelecimentos, como o Colégio de Lakeside (1967-73) e a Universidade de Harvard (1973-77).
O seu primeiro contacto com os computadores e as linguagens de programação surgiu em 1968, quando se encontrava a frequentar o oitavo ano, no colégio de Lakeside. Aquela instituição havia sido uma das pioneiras na compra de uma rede de computadores interligados por uma linha telefónica. É ali que conhece Paul Allen, com quem começou a escrever programas informáticos para venda a empresas e administrações públicas. Em 1975, Bill Gates e o seu amigo mudaram-se para Albuquerque (Novo México) para produzir, para a companhia MITS, programas que pudessem ser utilizados no primeiro microcomputador, o Altair.


Em 1999, Gates ultrapassou a marca dos US$ 100 bilhões, mas desde 2000 o valor nominal da Microsoft vem caindo após o estouro da internet, e também após várias doações multibilionárias feitas por Gates a projetos filantrópicos.
Em maio de 2006, Gates disse em uma entrevista que gostaria de não ser o homem mais rico do mundo, e que não gosta da atenção que trouxe[9].
Em 2 de junho de 2007 o mexicano Carlos Slim Helu, que aparecia no segundo lugar da lista assume o posto de homem mais rico do mundo com fortuna estimada em 67,8 bilhões de dólares, após ultrapassar o co-fundador da Microsoft.[10]
Em 2008 a lista de bilionários da Forbes, aponta Gates como o terceiro homem mais rico do mundo, com fortuna estimada em 58 bilhões de dólares.[11] Em 2009, mesmo vendo seu patrimônio ser reduzido em 18 bilhões de dólares, retomou a condição de homem mais rico do mundo, segundo a mesma revista, com uma fortuna de 40 bilhões de dólares.

Em 1976, fundam a sua própria empresa de produção de software informático, a Microsoft Corporation, desempenhando Bill Gates a função de presidente e director geral. Tinham em vista desenvolver programas informáticos para os novos microcomputadores por um preço mais baixo do que aquele que conseguiriam as empresas de hardware se fossem elas próprias a fazê-lo.
Os seus serviços foram aceites e, em 1979, a Microsoft começou a desenvolver-se e já contava com 16 empregados. É nessa altura que Bill Gates decide mudar a empresa par Seattle.
No ano seguinte, consegue um acordo com a IBM para produzir um sistema operativo adoptado aos novos computadores pessoais. Surge, assim, o MS-DOS, que, a partir de 1981, passou a ser instalado em todos os microcomputadores daquela marca. Entretanto, outros fabricantes de computadores lançaram no mercado os seus modelos compatíveis com o IBM-PC, utilizando o sistema operativo MS-DOS.
Aqueles modelos destinavam-se sobretudo a empresas. Por esta altura, começam a surgir em Portugal pequenos microcomputadores apenas com 1 K de memória ram. O mais conhecido foi o ZX-81, sucessor do ZX-80. Saliente-se que, nesse tempo, adquirir uma extensão de memória de 4 K fazia já as delícias dos jovens de então. Antes dos actuais microcomputadores compatíveis com o sistema operativo MS-DOS se terem generalizado nas nossas casas, foram muito populares, nos anos oitenta, para além dos ZX-81, os SPECTRUM. Ambos utilizavam o aparelho de televisão como display e a introdução de novos programas era feita através de cassetes audio. Foi nestes pequenos microcomputadores que muitos dos actuais programadores informáticos deram, há pouco mais de vinte anos, os seus primeiros passos, numa altura em que nem sequer se falava em cursos superiores nesta área.
Em 1983, a equipa de Bill Gates volta a revolucionar a tecnologia informática: introduz o rato e cria uma interface gráfica para substituir o DOS, a que chamou Windows (janelas). Por essa altura, Allen deixa a Microsoft, devido a uma grave doença.
Bill Gates anunciou no dia 16 de junho de 2006, que vai deixar progressivamente o cargo de director da Microsoft até 2008 para poder se ocupar da fundação de caridade Bill & Melinda Gates Foundation.

No dia 27 de Junho de 2008, Bill Gates retirou-se definitivamente da Microsoft para se dedicar inteiramente aos seus projectos filantrópicos[7].

Mesmo tendo anunciado a sua aposentadoria da Microsoft, na prática Bill Gates continuará dedicando 20% do seu tempo (um dia por semana) para assuntos relativos à Microsoft. Ele continua a atuar como chairman da Microsoft e conselheiro no desenvolvimento de projetos-chave. Ele somente não estará nas decisões do dia-a-dia e dedicará mais tempo e energia ao seu trabalho relacionado à saúde e educação na Fundação Bill & Melinda Gates


fonte: http://pt.wikipedia.org
fonte:
http://www.leme.pt/biografias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Google+ Followers

Google+ Badge