g2h

level

domingo, 27 de maio de 2012

Bruno Senna traz

Bruno Senna traz sobrenome do tricampeão Mundial de formula 1,isso mesmo,ele é sobrinho do querido Ayrton Senna.

Na verdade seu nome é Bruno Senna Lalli, Brasileiro nascido em 15 de Outubro de 1983 em São Paulo equipes que já participou HRT, Lotus Renault e WilliamsF1.
Disputando em 2009 a Le Mans Series, categoria em que são disputadas provas de longa duração em carros super-esportivos.


Tendo iniciado no automobilismo dez anos depois da morte de seu tio, Ayrton Senna.

Os resultados, no começo, não foram bons. Bruno atuou em algumas corridas em categorias pequenas, posteriormente no ano de 2005 atuando na F-3 em uma equipe mediana obteve ótimos resultados, inclusive vencendo corridas. Em 2006, Bruno teve ótimos resultados: correndo pela equipe do atual piloto de WRC Kimi Raikkonen, conseguiu três vitórias nas três primeiras corridas da temporada, mas problemas no carro e erros do piloto o levaram à terceira posição na classificação final do campeonato.
Bruno Senna estreou na Formula GP2 em 2007, ano em que conquistou uma vitória e três pódios em torno de dez corridas, na equipe de ponta Arden Grand Prix. Em 2008, Bruno estreou pela ISport International, equipe do ex-campeão de 2007, Timo Glock - a melhor da temporada. Bruno ficou em 2º na classificação geral de pilotos na categoria, perdendo o campeonato para Giorgio Pantano.

Grande Prêmio do Canadá de 2010, pela equipe Hispania Racing.
Em 16 de outubro de 2009, Bruno foi anunciado pelo diário esportivo "AS" como piloto da equipe espanhola Campos Grand Prix. A equipe confirmou a informação no dia 31 de outubro de 2009 e a apresentação oficial do piloto pela Campos se deu em 10 de novembro de 2009, na cidade espanhola de Murcia, durante uma coletiva de imprensa. Em fevereiro de 2010, devido a problemas financeiros, a equipe foi vendida ao empresário espanhol José Ramón Carabante e rebatizada Hispania Racing.

Após nove etapas, o piloto brasileiro não participou do Grande Prêmio da Inglaterra, dando lugar ao japônes Sakon Yamamoto.[8] Bruno, no entanto, voltou a assumir sua posição como piloto titular durante todas as demais etapas do campeonato. Com um carro extremamente limitado, Bruno terminou a temporada sem marcar pontos. Seu melhor resultado foi a décima quarta colocação no Grande Prêmio da Coreia do Sul.

No final de Janeiro de 2011, Bruno foi anunciado como piloto reserva da Lotus Renault. Após o acidente do piloto titular da equipe, Robert Kubica, em um rali durante a pré-temporada, Bruno chegou a ser cogitado para substituí-lo, no entanto, o alemão Nick Heidfeld acabou ficando com a vaga de titular.
Em 24 de agosto de 2011, foi confirmado pela Lotus Renault como piloto titular para o Grande Prêmio da Bélgica, substituindo Heidfeld. Na corrida, ele largou em 7º, mas colidiu com Jaime Alguersuari logo na primeira curva, sendo punido por isso no decorrer da prova. Bruno cruzou a linha de chegada na décima terceira colocação. No dia 2 de setembro de 2011 após um acerto de rescisão contratual entre o piloto Nick Heidfeld e a equipe Lotus Renault, Bruno foi confirmado como piloto titular para o restante da temporada.
Em 11 de setembro, Bruno conquistou os primeiros pontos na carreira ao chegar em nôno lugar no Grande Prêmio da Itália.
Em janeiro de 2012, a equipe WilliamsF1 anunciou o piloto brasileiro como titular para correr a temporada 2012 na vaga de Rubens Barrichello. No dia 25 de março Bruno alcançou sua melhor colocação ao chegar em sexto lugar no Grande Prêmio da Malásia.
Acelera Bruno Senna, estamos com você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Google+ Followers

Google+ Badge